Arquivo do mês: setembro de 2012

* 159

Menina mulher que se transformou em plena harmonia, ritmada a cadência aos desejos desvendando os segredos, que se fez se desejar nas fantasias do corpo oculto, despertando desejos ao profundo vazio, nos devaneios do amor por inteiro, da menina mulher … Continue lendo

Publicado em Cotidiano | Deixar um comentário

117 – SAUDADES

Do vazio encontram-se a saudade, de um mundo pequeno encontrei-me nesta profunda solidão, dias que se passam apertando esse peito regado aos vazios, do gosto amargo e sofrido que pra trás ficou, da flor, poesia ao etéreo amor, do silêncio … Continue lendo

Publicado em Poema | Deixar um comentário

& 116

Vir ao mundo como referência, não ser referendado como excelência, de uma mente sem lembranças de um mundo a despertar, refletindo mudanças nos desejos sem triturar os sonhos, que seja a mudança da depuração ao reflexo da lucidez, de um … Continue lendo

Publicado em Reflexão | Deixar um comentário

& 115

O dom das palavras não se restrita aos que concluem nível superior, tão pouco aos que desfilam suas poesias em seus livros, palavras ferem, ensinam, surpreendem e desmascaram o falso saber, disseminar hipocrisia a quem de versos se fantasia, não … Continue lendo

Publicado em Reflexão | Deixar um comentário

* 158

Se a verdade estiver fora de meu alcance, não me abalo, sou autêntico com a verdade, os fatos não se eternizam, como as mentiras se esgotam dando espaço as verdades, a verdade só desperta quando se limitam as mentiras, não … Continue lendo

Publicado em Cotidiano | Deixar um comentário